Ocorreu um erro neste gadget

A Vida Por Si Mesma



A VIDA POR SI MESMA

(Daniel FV 20/11/2007)


Nem tão esperto pra praticar...
nem tão cego, que não possa enxergar...
nem tão sagaz quanto poderia ser
nem tão inútil, que não poderia saber
que a vida paga o preço...
e que a mão que balança o berço
sempre vai...

quem sempre acha que sabe demais
quem sempre soube do que seria capaz
que atire a primeira pedra
por Deus pai

Essa vida é tão traiçoeira
coisa mais sem eira nem beira
vou do céu ao inferno em um segundo
mudando a percepção sobre o mundo
alegrias sem fim...
tristezas também
pra você e pra mim
e a paz...

nem tão bonita ela é...
surpreendente e irreal
sigo contando os anos
curtindo momentos insanos
consolidando meus planos
nada mais...

Oração


ORAÇÃO

(Daniel FV -06/11/07)

Pai...


Dê-me um pedaço de terra
um pouco de paz e sossego...
Dê-me vontade e força...
e também um bom emprego!


que minha cabeça não falhe
quando eu encarar esse mundo
e que eu nunca me corrompa
mergulhando nesse caos profundo


Que eu possa espalhar o amor
independente de religiões
e que o homem pare de lutar
Para poder ouvir mais canções


Que as vendas sejam rasgadas
E que as fendas na humanidade
se curem... e o choque do instante
se torne solidariedade....


Pai... que todos tenham forças...
não para carregar sua palavra "crua"
mas para que entendam que só o amor
pode tirar as pessoas das ruas...


não só de pão viverá o homem
mas também da auto-crítica e da consciência!

Ruminanças

Hojé é mais um dia...
incomum, como todos os outros...
é que nenhum dia é o mesmo...
por mais que, por vezes, se pareçam...


Não "preparei" nenhuma rima pra hoje
nenhuma colocação,
nenhum "texto revolucionário"...
nenhuma nova idéia que fica somente nos papéis...
somente o pensamento...


o pensamento me leva a lugares distantes!
me faz lembrar do passado...
vislumbrar o presente
cogitar um futuro...

aí me perguntas...
"e os velhos ideais e blá blá bla"?
como bom idiota...
respondo com outra pergunta...
os velhos pensamentos acerca do mundo?
são somente um desabafo...
uma maneira de exteriorizar alguma angústia

algo que habita a alma...

somos LIMITADOS por natureza,

e HIPÓCRITAS por opção...

acho que é só isso... (rs)
estou de saco cheio disso tudo...
mas a cara de pau continua!
sempre há de continuar...
hospedando aquele velho sorriso amarelo

e uma palavra amiga...
do gênero "estou bem, e você?"

abraço à todos que participam da minha existência!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
a tristeza só não é superada pela cara de pau!
e o sorriso, é amarelo? sim...
mas sempre FRANCO!

talvez um descanso do País das Maravilhas me faça bem!

Pontos Finais

PONTOS FINAIS

Daniel FV 10/09/2007

A minha energia, aos poucos se esvai
Vai sumindo, deve estar por aí
em algum recanto, perdida no encanto
de eu não pensar somente em mim...

O sofrimento, a minha necessidade
de viver nessa pacata cidade
Ritmo lento, já não sei mais se vou
já não sei mais quem sou, enfim

É preciso mudar, é preciso falar
as coisas que vêm do coração
O sentimento tão preso, o desgosto do peso
Arrastando os meus pés ao chão

Voando em mil pensamentos
Mas jogado ao relento
como quem já se foi, mas se esqueceu de cair
A minha visão tão turva, que me parou na curva
da vida...
da vida...
Tão conturbada, odiada e amada
quando viver não parece um desafio

Onde eu errei? O que fizeram de mim?
Se eu falhei... talvez não seja o fim

afinal...
Toda jornada tem seu primeiro passo
Então me perco no abraço do mundo
nem que seja um abraço de tamanduá!

Vôo de um pássaro acorrentado


VÔO DE UM PÁSSARO ACORRENTADO

(Daniel FV- 11/12/2006)

Normas, idéias... ninguém me consultou...
chego à conclusão de que não dei minhas sugestões...

Normas e idéias, pra uma Terra desigual
Então que rufem os tambores, e atirem os canhões...


Sigo assim... encarando o nosso fim...
Vôo como um pássaro acorrentado

Eu sigo assim... encarando o nosso fim...
Sequindo a minha vida inconformado


Compra e veste, investe no supérfluo
superestima as leis... você é só mais um...
com tão belos conceitos sobre a felicidade

que arrasta, espanca e esnoba a liberdade!

Isso é um fato... e me encontro entupefato

Vôo como um pássaro acorrentado
Realmente é um fato... que eu me encontro entupefato
Sequindo a minha vida inconformado

Aquecimento global... fome e injúria
Lucros exorbitantes... que causam minha fúria
nesse mundo selvagem... onde só quem mata come
Esse é o ser humano, pouco cria e se consome!

Meus ouvidos não se negam... meus olhos que não se cegam
Vôo como um pássaro acorrentado
Os meus ouvidos não se negam... meus olhos que não se cegam
Vou sequindo a minha vida inconformado

Padrões de beleza, um belo rostinho

que a natureza criou... e você ainda a mata!
O anel que era vidro, foi vendido em camelô
Quebrado em mil pedaços, e é pra lá que eu vou!

Pra lá eu vou, pra lá eu vou!
Vôo como um pássaro acorrentado

Pra lá eu vou, é pra lá eu vo-ou!

Sequindo a minha vida inconformado

Pra lá eu vou, pra lá eu vo-ou!
Vôo como um pássaro acorrentado

Pra lá eu vou,e pra lá que eu vo-ou!

Sequindo a minha vida inconformado!

Pra Quem Espera Pelo Amor

PRA QUEM ESPERA PELO AMOR

(Daniel FV - 17/06/07)


Já faz tanto tempo agora...
que você mora nesse vazio...
a chuva continua lá fora
e traz um frio que te causa arrepio...

não se deixe levar... não se deixe levar!
muitas coisas ficam só nos papéis
não se deixe enganar... e fuja desse altar
os dedos ficam... mas se vão os anéis

Procura alguém que te ame e te queira
esquece que a força só vem de dentro...
a busca insana por fatores externos
te faz cansar e penar ao relento...

Muito cuidado querida, e cuide dessa ferida
que ainda sangra assim por amor
A gente é bem mazoquista, e nunca segue a pista
que nos leva pra bem longe da dor

não se esqueça, meu bem! Nem se castigue também
A tristeza é dor passageira...
Que te passa a rasteira, mas isso é tão normal
Basta ser vivo para se dar mal!


Já faz tanto tempo agora...
que você mora nesse vazio...
a chuva continua lá fora
e traz um frio que te causa arrepio

Se aqueça então meu bem... e siga nesse trem
que te leva a lugar nenhum
chamado coração... que perde a razão
e que se encanta por qualquer um

Confie em você... é o que te faz viver
mesmo sujeita a tempestades
mas não se esqueça de mim... pois eu estou aqui
eu só não cumpro com suas vontades!



A Busca

A BUSCA

(Daniel FV - 12/06/07)


Minha confusão mental, perdido em holocaustos
Argumentam inquisidores
A extinção do ser humano
Quanto mais genial, mais se entra pelo cano!

Mergulho em voltas do mundo...

Vou no fundo pra buscar
um porque... um incentivo a mais
prá poder continuar...


Só me deparo com o vazio... entre paredes mofadas,
e pilares de mármore
, que não valem nada
mas não me assusto...

foi o que eu sempre esperei...

do presidente ao rei!

o forte faz sua lei!


Lei... decreto por sua cabeça...

É isso a lei... imposta por natureza

Padrões anormais... fogem do senso comum

e esse inexiste... que se dane qualquer um...

que pense em se moldar!

que pense em se moldar!

É quando me olho em um espelho maldito
olho no fundo e vejo... o meu ego refletido
Intrínseco em brumas do Alabama ao Saara

E essa desgraça que não muda, essa merda que não pára!


Esse mundo que afunda
Espero que alguém se salve
Eu fico aqui com meu caderno

Mas queria uma astronave..

E essa desgraça que não muda, essa merda que não pára!
que se dane qualquer um...
que pense em se moldar!

que pense em se moldar!
moldar...





Luta

LUTA

Daniel FV - 02/05/2007


o passado ficou pra trás há algum tempo
e já é tão tarde pra poder alcançá-lo
o que vem por aí é incerto
então mantenha-se por perto

é a hora da vida, é hora pra viver
vê se esquece o que passou e doeu
um pouco de otimismo e visão nunca mataram ninguém
é a hora da decisão, e o relógio é quem te diz
pra que se torturar? Siga avante... vá ser feliz!

Então esquece a sua angústia
e sua condição atual
ela se limita a sua vontade
nada pode sair tão mal...

arrebente essas correntes que te ferem
derrotismo é coisa pra quem já perdeu
e quem está no chão não tem vez
então levanta, e luta pelo que é teu!

ficou uma bosta kkkkkkkk

Você Pode Ser Livre

Taí... se algum dia alguém me perguntar o que eu mais gostei de escrever, nada se iguala a esse texto... pelo menos por enquanto... Todo mundo sabe o quanto eu curto essa banda, e essa é, se não minha música preferida, uma das mais ... mais... é indescritível! Só ouvindo e conhecendo a letra pra saber... A letra que eu fiz preserva 90% da letra original...(com uma pitada de raulseixismo! hehehe...) modifiquei um pouco pra ficar "rimadinha"... mas a idéia é exatamente a mesma, claro que trabalhada, pra dar uma sonoridade legal combinada com a música original... então é isso!!

VOCÊ PODE SER LIVRE
(Spread your Wings)


John Deacon (Queen - LP News of The World )
versão
(kkkkk) Daniel F.V. (13/02/2007)


Sammy sonhou
que sua vida acabou...
e isso não lhe convém!
Ele quer ser mais...
viver sua vida em paz...
parar de olhar para trás...

Seu chefe então diz:
pode ser o seu fim!
Esquece dessas coisas, acorda pra ver!
Liberdade é pra quem quer sonhar!
Volte logo a esfregar o Esmeralda's Bar

Você pode ser livre, eu sei! livre, eu sei! com suas leis!
Você pode ser livre, vá ser rei! o seu rei! com suas leis!
O pulso ele te fere, já que você não se esquece...
tire os grilhões, vá viver!

Passando as tardes no quarto, ele é só mais um
Trancado em suas próprias idéias, naquele jejum
Querendo estar longe, aonde não sei...
Nada nesse mundo, o segura! Vá ser rei!

Envolto em lençol
Um filho do Sol
Sua sorte foi assim
agora é lutar
e replanejar...
dessa vez pra valer!!

Seu chefe insiste:
Ouça rapaz!!!
Dependes de mim!
Não tens nenhuma ambição ou coragem pra lutar!
Sammy cara, aonde queres chegar?
Não podes ser feliz, no Esmeralda's bar?

então...
Você pode ser livre, eu sei! livre, eu sei! com suas leis!
Você pode ser livre, vá ser rei! o seu rei! com suas leis!
O pulso ele te fere, já que você não se esquece...
tire os grilhões, vá viver!

voe comigo... Não é o fim!

_____________________________________

Para baixar ou ouvir essa música do Queen:
http://hdqueen.4shared.com/file/12058834/25c8f23f

Para baixar a discografia do Queen:
http://hdqueen.4shared.com/

HD virtual by Daniel FV

Tradução original da música
http://www.seeklyrics.com/lyrics/Queen/Spread-Your-Wings-tradu%E7%E3o.html


__________________________________

PS: bicho... eu sou o maior escritor coruja com esse texto kkkkkk
por isso repensei tanto em colocá-lo aqui... abraço a todos!



Quem sabe?

Quem Sabe?

(Daniel FV - 03/04/2007)


Vida! vida! mal começa e termina...

Se alguém determina
os nossos passos ao léu...
Não conto com o ovo na galinha
Sigo bem essa linha!
não acredito em "céu"...

Se você pensa muito na vida...
almeja tanto a glória...
Mas prostrado em si mesmo!
sempre volta na história...

se você quer uma vida bem simples...
comida, casa, bebida ...
e um grande amor...
Que tudo caia do céu!
desde o vinho ao mel,
e esteja livre da dor...

você quer uma vida bacana...
quer viver em paz...
pra só pensar no presente,
não olhar pra trás,
ou tropeçar para frente,

Mas nada irá cair em suas mãos!
Enquanto não lutar...
largar desse marasmo...
e do sofá sair!!

Que tudo de bom venha a você!
Que já perto do fim, possa estar sereno...
Você quer ter um ideal...
pra fugir do final, que este seja ameno!

se apegue com o que quiser
Deus, diabo, dieta, homem ou mulher...
mas não deixe de ter fé em você!
pois no final sempre vence!
e alguém paga pra ver!!!

Vida! vida! mal começa e termina...
Se alguem determina
os nossos passos ao léu...
Não conto com o ovo na galinha
Mas leio as entrelinhas
que me venha o céu!!!




Subtraindo

SUBTRAINDO



(Daniel FV - 26/03/2007)

171
é o número do jejum

pra quem marca 12 mais 1
manda uma 51 e que venham mais
pra assim conquistarmos a paz

entre seus 9 sempre acuados

já está lá pelos 40 graus...

100
garrafas em 7 dias...

de blue label a banhaus

Minha equação cerebral

não me permite calcular milhões

só sabe contar 8 pedaços de pizza

e evita ao máximo especulações...
e para quem escolheu aquilo
que venham mais "prósperos 4"

somando 8 anos de atraso

rastejando a nós tal qual 1 rato
que nunca sabe o que se passa

e não cuida da própria cria

ele só sabe dar 1 lambari

e praticar a demagogia

50
reais pra quem tem 15 filhos

pra 1 povo que ama o trabalho

pro buteco beber 20 brahmas!!!

jogar 7 partidas de baralho!!!
10% de massa cinzenta é elogio!
as estrelas só pensam em "luta"

o cinza não é o forte delas
são as filhas de uma boa senhora
pra finalizar essa conta besta
de 666 putas palavras...

o meu último desejo
é me livrar dessas amarras

que eu não fique entre 4 paredes

vendo o sol nascer geométrico
em uma forma desproporcional

em um espaço milimétrico!



se vc não entendeu... 12+1 pra você! é o que você merece!

Foi no Hall

Antes de caírem na gargalhada (kkkkkkkkkk) deixe-me explicar... eu não fui corneado (não nessa época) nem tomei um chute de namorada (não nessa época [2])... é somente uma música... uma viagem! No melhor estilo Raulzito e os Panteras... misturado ao estilo Rockability! Agora podem cair na gargalhada com essa besteira! kkkkkkkkkkkk


FOI NO HALL

(Daniel FV - 11/12/2003)

Quando caía a noite
O escuro dominava
A ela eu recorria...
Ela me iluminava!
ó farol!
Eu aqui a navegar
ó farol!
A me guiar por este mar
ó farol!
Me ensinou a amar
ó farol! Que me guia! ó farol!

Na gélida manhã
O orvalho caía
quando te abraçava
você me aquecia
ó meu sol
você era minha alegria
ó meu sol
Era a luz do meu dia
ó meu sol
Fonte de energia
ó meu sol! Me aquece! ó meu sol!

Na tarde sonolenta
estava a pensar
você quem me fisgou
e me chamou pra namorar
ó anzol
sempre a minha musa
ó anzol
Que me ilude e me usa
ó anzol
minha querida intrusa!
ó anzol Que me fisga! ó anzol

Mas um dia me calei
Foi quando ouvi sua voz
Você a me perguntar
"O que será de nós?"
Lá no hall
Juras de amor eterno
no hall
viraram "amor fraterno"
no hall
Juras de amor eterno
no hall
viraram "amor fraterno"
no hall
Lá eu fui pro inferno
no hall, foi no hall, lá no hall...


FIM DA TOSQUICE! KKKKKKKK

O Monte Olimpo é Aqui


O Monte Olimpo é Aqui
Daniel FV - 05/02/2007



[refrão]
Os hábitos modernos
de morna hipocrisia

Os ares indiscretos
de podre supremacia

Nesse mundo tão incerto
onde quem mata é rei

O fim parece tão perto
onde vai parar já não sei!

[/refrão]

Pobre Ares, deus da guerra
sua força cai por terra

Pois há um concorrente do "bem"

com Bush não há pra ninguém


Athena que nunca antena

Quando rolam cabeças pequenas

O pentágono não blefou
Na forca Saddan se enroscou


Refrão


Poseidon e suas ondas gigantes

Destrói países distantes

Mas o povo fica indiferente

Não foi mesmo no meu continente...


Apolo e sua luz abundante
Com nossa ajuda constante

Na maldade sacou a real

Viva o aquecimento global


Refrão


Zeus, que punha respeito e medo

seus raiozinhos estão obsoletos

não valem de nada, podem se apagar

Já não é novidade a tal bomba H


Eis que Hermes liga a tevê

E paga tão caro pra ver

Notícias desse Brasil
"Explode a guerra civil"

Refrão

Prometeu já se lascou
com fogo nos presenteou
Com fogo o homem mata
E já não há mais extintor

Então Hades sorri satisfeito
Com nosso mundo em guerra
Seu plano corre perfeito
Com esse inferno na Terra

Refrão

Vos revelo que os deuses do Olimpo
Foram expulsos da antiqüidade
decidiram então baixar
na estátua da liberdade


Eu me pergunto, que culpa tenho eu?

A resposta é simples, não posso esconder
a conta não cai no colo dos deuses
a conta quem paga somos eu e você!

O Que É Valioso

O QUE É VALIOSO

(Daniel FV - 10/03/2007)


No fundo de um baú aberto
depositei minha saúde
ainda sou forte pra vencer
com coragem e atitude!

No fundo de um baú furado
coloquei o teu coração
Não importa que ele esteja lá
Pois não temo nenhum ladrão

No fundo de um baú sem tampa
guardei minhas raízes
rapaguice, terna esperança
eram tempos tão felizes

No fundo de um baú com tranca
guardei os meus rancores
a chave anda por aí...
Entremeia a tantas dores

No fundo de um baú pesado
guardei minhas qualidades
herança dos antepassados
compromisso e honestidade

Então digo sobre os baús...
Estão jogados por aí
Não valem um tostão furado
Me avise se os quiser abrir

Mas Guardei a jóia mais valiosa
No canto de um baú de ouro
é lá que está a minha essência
lá guardei o meu tesouro

Meu Rancho

Meu Rancho
Daniel FV - 02/03/2007





Cercas de papel
cercam o gado miúdo

Aquele que mal tem pasto

elas cercam quase tudo...


Fazendas deixadas ao léu

por latifundíários de nome

que deveriam delas cuidar
mas não têm palavra de homem


O veterinário é ruim

O silo cheira a merda

O capim mal distrubuído
é seco e cheio de erva

O curral perdeu o teto

A Mimosa já ficou doente

O leite que sobra é tão pouco

O bezerro está sempre carente
Nesse rancho não há segurança
São os lobos quem têm liberdade
O gado vive confinado
Uma vida sem dignidade

É gado demais em um lugar

É gado em cima do morro

gado branco, preto, amarelo

e manso como cachorro

Eis que de tempos em tempos

a teta não rende mais nada

a vaca iria pro brejo

Com o estouro da manada

Mas é um gado inofensivo

ruminantes sem rompante

só querem saber de folga
...
não ligam pro que é importante


Cercas de papel

vigiadas pelo rei da boiada

escolhido pra mandar
por uma gente mal informada


Quem tem rancho nesse país
não gosta de ir ao curral

só pensa em comer o filé
e arrotar no carnaval!

I Wanted To Believe

I Wanted To Believe
(Daniel FV 21/06/03)


Eu queria acreditar em algo...

Em algo não terreno, e sim superior
mas acho que a inquisição
Parece mais um filme de terror

Eu queria acreditar em algo
Em algo que me confortasse a alma
Mas não sugiro aos condenados
Que na fogueira mantenham a calma

Eu queria acreditar em algo
Em algo que me alegrasse o coração
Mas vejo uma fila de mendigos
Nas calçadas onde segue a procissão

Eu queria acreditar em algo
Em algo que não fosse dessa Terra mesquinha
Mas enquanto a Africa padece
O papa ainda condena a camisinha

Eu queria acreditar em algo
Mas acho tudo isso uma hipocrisia
Não me interessa o que outros pensam
Se minha idéia é loucura ou heresia

I wanted to believe in something
I allways looked for a way
But I´m not a blind man
I´ll fight instead of pray

You are used to believe in everything
And wait for the god´s voice
To guide you everywhere
You forgot that he offered you a choice



(essa é das antigas... meados de 2003!)
a primeira que eu escrevi... e como perdi todos os meus textos... dessa aí eu me lembro perfeitamente! Abraços... e... procurem não ficar chocados! kkkkkk

Alvorada


(crise existencial na época... ah... ontem hoje e sempre! nunca contrarie um louco...comente!)

ALVORADA



(Daniel FV - 21/02/2007)


Me pego as quatro horas da manhã,
E o relógio que não para de correr...
Já estou no amanhã e não sei o que fazer!
Contemplo no meu quarto a imensidão...
Perdido em marasmos, me lembro de uma canção...
era sobre luz... segredos do mal e do bem...
Acendo a luz, quando nada me convêm
Nada me seduz, eu paro e penso bem
Paro pra pensar, penso em parar
Mas já são cinco horas, e essa morbidez no ar...
Velhos recortes em minhas gavetas

Meu comodismo fatal nunca me abandona
Reciclo tudo quando de veneta
Mas guardo de novo, isso nunca funciona...
Mais um gole no meu vinho...
Mais uma noite pensando sozinho...
até que horas isso vai continuar? não sei...
Talvez quando encontrar o amor que sempre procurei?
é um grande receio...pois o amor é uma gaiola de ouro...
Meu olhar então se volta pra um livro com capa de couro...
É um velho livro que me diz o que fazer, vou me guiar por ele...
mas quem o escreveu tem toda essa moral?
Todo homem é um animal... tão patético quanto eu...
Não que eu seja cético, mas é questão de credibilidade...
Eu deveria mesmo confiar neles? Sou tomado pela ansiedade
Nem sei se ele é católico, muçulmano ou judeu...
isso pouco importa, não é mais problema meu...
se sua moral já é tão morta... tão pobre quanto um plebeu
Quem sabe um guia prático?
É uma possibilidade...
nossa... isso soa tão pragmático!
Quanta ingenuidade...
Mas vamos empurrando como sempre!
Como seres humanos na busca pelo nada
Incompletos... sempre pernoitando,
e permutando na alvorada!

Tudo Tem Seu Tempo

Bom... essa é a segunda versão que eu faço... (inglês/português)
a primeira é uma versão de Spread Your Wings do QUEEN,
contida no meu perfil do orkut como "Você pode ser livre"
agora faço uma do Raulzito...
Mantendo alguma métrica e algumas rimas essenciais
mas com a estrutura da música sendo a mesma
incluindo seu conteúdo quase idêntico...

TRADUÇÃO ORIGINAL:
http://raul-seixas.letras.terra.com.br/letras/203124/

epero que gostem...(eu gostei!)


*** TUDO TEM SEU TEMPO ***

Versão de "How Could I Know - Raul Seixas"

(Daniel F.V. 22/02/2007)


Um novo jogo,
Todo dia uma glória
Recomece sua história
Com a certeza da vitória
Pra isso você nacseu

Pois Jesus Cristo
Ele não vai mais voltar
com suas leis a vigorar
fez o que era preciso,
até se sacrificar

Eu então crescia
com meu comprido cabelo
já não sentia mais medo
carregava minha gritarra,
poderia então cantar

Mas, ei, quem me enganou?
A chuva foi embora e eu não sei...
ei, não é o fim
isso é o começo pra mim

Quando moleque,
eu sonhava em ser um rei
Agora cantar eu sei
logo eu transformarei
minhas questóes
em pó

Com sua caneta
Guitarra e amplificador
podes ser um caçador
dos larápios sem valor
que ser pobre é o homem

Mas ei, quem me enganou?
No escuro posso enxergar
ei, não me olhe assim!
não sou culpado, enfim...
...

Já faz um tempo,
que não temos mais heróis
entremos pra história
se você quiser assim...

Núcleo Central

(Bom... pra quebrar o clima de tristeza do outro texto postado, excepcionalmente vou postar 2 em um dia...)


NÚCLEO CENTRAL

By SRCT (Gregory Vítor e Daniel FV)

19/07/2003


Por que eu tenho que viver...
A vida que alguém criou?
Por que você não quer entender...
E nada nuca questionou?

Você se julga pela sua aparência...
E não analisa se você tem consciência!
Mas bem, não olhe seu quociente de inteligência,
Nós sabemos, você está à beira da demência!

Você é um padronizado!
Isso é um grande castigo!
Você se acha azarado,
Mas só pensa em seu umbigo!

Você acredita na religião e ciência...
E pra tudo o que ouve tem paciência
Você atende a toda exigência...
Mas jamais pensa na conseqüência!
Realmente, você está à beira da falência!

Você nunca se perguntou...
Por que vivo a vida de alguém?
Com certeza irá se dar mal...
Pois você não é igual a ninguém!

Você sempre diz: Sim vossa excelência...
Vou pagar toda essa penitência...
Pois me livrei da dependência...
De viver na indescência,
Agora, só pra missa eu dou audiência...

Se você depende de religião,
Com certeza não tem muita opção...
Ou o direito de dizer não,
Só te dou um conselho... meu amigo:
Ouça a voz do seu coração!

Você tem a sociedade como referência,
E segue toda nova tendência,
Sinceramente a sua independência...
Se resume a simples ausência...
Do centro de sua existência.

Na sua cabeça, você tem uma idade...
Na sua alma, vive a ingenuidade...
Em seu coração, mora a infelicidade,
O que te falta é sobriedade!
Viva a nossa bela sociedade!
É ela quem te dá o direito de igualdade...
E quem te proporciona toda essa liberdade!
Pelo menos é o que diz a autoridade...

Lhe escrevo com irreverência...
De quem teve a sua permanência...
Num mundo de ocorrência...
De todo tipo de violência,
Onde a principal essência...
É não oferecer resistência,
E jamais ter clemência...
Dos que tem alguma carência,
E pra manter a seqüência...
Deixo aqui a retiscência...

(eu avisei que os textos eram insanos! kkkkkkkkkkkk)
Velhos tempos de rebeldia que não acabaram! kkkkk

aposto q o Grégory não sabia q eu tinha isso guardado!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkk comédia!

Os Anjos Queriam Aprender

(Daniel FV - 17/02/07)

Quando um mestre passa pela vida...
Com pulso firme, casca de ferida!
Mas com competência e honestidade,
Habilidade e um grande coração!

Marca uma vida, se faz uma era...
Forja o caráter, ajuda a quem erra!
Um grande exemplo de profissional!
Com garra, fúria, e dedicação!

Condições vergonhosas de trabalho...
Hostilidade, bagunça e o salário...
Até quando o Brasil vai ser assim?
Engravatados sem consideração!

Mas sua dignidade nos inspirou,
A sua civilidade nos ensinou!
Hoje seus alunos sentem por você...
Mas você passou pra frente a sua lição!

O sentimento hoje paira no ar...
Vais fazer falta ao verbo “ensinar”!
Pois foste para o plano superior...
Mas cumpriu bravamente a sua missão!

Só tenho a lhe agradecer por tudo!
Peço por favor prestes muita atenção!
Seja fraca ou bacana essa é minha homenagem...
Infantil ou "mal rimada", eis a minha oração!

(Singela homenagem a minha eterna professora de Português - Marisa, partiu no dia 16/02/07)