Ocorreu um erro neste gadget

Pontos Finais

PONTOS FINAIS

Daniel FV 10/09/2007

A minha energia, aos poucos se esvai
Vai sumindo, deve estar por aí
em algum recanto, perdida no encanto
de eu não pensar somente em mim...

O sofrimento, a minha necessidade
de viver nessa pacata cidade
Ritmo lento, já não sei mais se vou
já não sei mais quem sou, enfim

É preciso mudar, é preciso falar
as coisas que vêm do coração
O sentimento tão preso, o desgosto do peso
Arrastando os meus pés ao chão

Voando em mil pensamentos
Mas jogado ao relento
como quem já se foi, mas se esqueceu de cair
A minha visão tão turva, que me parou na curva
da vida...
da vida...
Tão conturbada, odiada e amada
quando viver não parece um desafio

Onde eu errei? O que fizeram de mim?
Se eu falhei... talvez não seja o fim

afinal...
Toda jornada tem seu primeiro passo
Então me perco no abraço do mundo
nem que seja um abraço de tamanduá!